A cidade de Cuamba, em Niassa, contará, a partir deste ano, com uma refinaria de óleo alimentar. A mesma tem capacidade de produzir cerca de dez mil litros por dia a partir da semente de algodão, soja e girassol, e está orçada num investimento estimado em 120 milhões de meticais, escreve  a AIM.

A concretização deste empreendimento vai contribuir para a poupança de divisas usadas na importação de óleo alimentar e completar a cadeia de valor das culturas de algodão, soja e girassol, cuja produção está a registar crescimento assinalável devido à garantia de mercado.

O distrito de Cuamba ocupa uma posição geográfica estratégica para dinamizar o desenvolvimento das regiões localizadas no interior das províncias de Nampula, Niassa, Cabo Delgado e Zambézia. Os corredores rodoviário e ferroviário desta parcela de Niassa a partir do Porto de Nacala, asseguram as condições logísticas para que Cuamba seja efectivamente um entreposto comercial em posição privilegiada para a implantação de unidades industriais.

O fornecedor do equipamento para a implantação da futura fábrica de óleo alimentar em Cuamba já está identificado podendo entre Julho e Agosto próximo ser notificado para iniciar o processo do seu fornecimento.

(O PAÍS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here