O registo de um dispositivo com estas caraterísticas foi detetado numa lista de equipamentos licenciados pela autoridade responsável pelas comunicações na China.

Enquanto a memória externa de um smartphone pode ser puxada até ao domínio dos terabytes, a interna ainda se fica pelo meandro dos gigabytes. As propostas mais arrojadas elevam a marca aos 256GB, mas a Huawei quer abrir um novo capítulo neste sector com o lançamento de um telemóvel que integra uma capacidade de armazenamento de 512GB.

Leak mostra Huawei P20 com três câmaras traseiras e ecrã semelhante ao do iPhone X
Ver artigo

A notícia não é oficial, mas a configuração foi detetada na lista de equipamentos licenciados pela autoridade responsável pelas comunicações na China (TENAA). O Phone Radar, responsável por esta descoberta, sublinha que a característica não está associada a qualquer modelo em específico, pelo que pode chegar já no próximo flagship da marca, o P20.

Note que a TENAA é a fonte de muitos rumores relacionados com a indústria chinesa de smartphones, dado que todas as fabricantes lá sediadas têm de responder perante esta agência governamental. Contudo, nunca é certo que os equipamentos e configurações que são reportadas à mesma venham a integrar dispositivos reais ou comerciáveis.

O nome de código associado a este smartphone é “NEO-ALoo” e o documento confirma que para além dos 512GB de memória, o equipamento integra ainda 6GB de RAM.

Mais importa descobrir que fabricante estará encarregue de produzir estas unidades de memória aqui referidas, uma vez que a Huawei não fabrica as drives de armazenamento dos seus telemóveis. É sabido, no entanto, que a Samsung começou a produzir as primeiras drives de armazenamento móvel com 512GB em dezembro.

(SAPO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here