“Moçambique deve mostrar que é uma boa aposta para as empresas investirem a longo prazo. Deve investir na sociedade, com informação e com boas infra-estruturas de modo que o céu possa ser o limite”. As palavras são de Ana Palácio, Membro do Conselho de Estado do Reino da Espanha e ex-Ministra de Negócios Estrangeiros da Espanha, que interveio na XV Conferência do sector privado a realizar-se no Centro de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo.

Intervindo nos minutos que antecederam o primeiro painel, Palácio defendeu que Moçambique é um parceiro crucial para Europa, e não deve deixar de olhar o futuro promissor porque tem um potencial para prosperidade de África e da Europa. De modo que o potencial que o país possui evolua, na percepção de Ana Palácio, é preciso aumentar o investimento na educação e robustecer a área de transporte nas zonas urbanas, que têm poucos quilómetros pavimentados.

Além disso, para a ex-Ministra de Negócios Estrangeiros da Espanha, este é o momento de se tirar a maior vantagem das instituições criadas depois da Segunda Grande Guerra.

Palácio lembrou que a economia cresce ao processo de estabilidade política. “Já cresceu várias vezes, mas foi afectada por causa do processo da reestruturação da dívida”, afirmou, realçando que o futuro do país deve incluir o fortalecimento das instituições com um ecossistema de sociedade que fortaleça o recurso humano.

(O PAÍS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here