Mais de três mil líderes mundiais reúnem-se entre 23 e 26 deste mês em Davos, na Suíça, no quadragésimo oitavo Fórum Económico Mundial, num esforço destinado ao estabelecimento de agendas globais, regionais e industriais.

Pela primeira vez, o fórum será dirigido apenas por mulheres, entre elas, Cristine Lagarde, directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) e Erna Solberg, primeira- ministra da Noruega
O fórum vinha sendo criticado nos últimos anos, tanto pelo desequilíbrio de género, quanto pelo elitismo. Na reunião mais recente, as mulheres representaram pouco mais de 20% dos 3 mil participantes o que foi um recorde para o evento. Os organizadores passaram a oferecer incentivos às delegações que incluíam pelo menos uma mulher.
O início da quadragésima oitava sessão do Fórum Economico Mundial foi antecedido do lançamento, esta quinta-feira, de um livro do Presidente e fundador do Fórum sobre a Quarta Revolução Industrial
A nova obra de Klaus Schwab destaca a necessidade urgente de se pensar sobre a governação das novas tecnologias.
Diz ele na obra, que a velocidade com que a tecnologia está a deteriorar a vida económica, política e social mostra que os líderes devem agir imediatamente para evitar os impactos negativos e explorar o seu potencial positivo.
A adaptação exige que os governos e empresas passem a exercer a liderança dos sistemas a fim de que a governação e os valores sejam desenvolvidos juntamente com a tecnologia como parte de um sistema mais amplo.
Com o livro, o Presidente e Fundador do Fundo Monetário Internacional pretende ajudar os líderes a desenvolver as técnicas necessárias para dominar os avanços tecnologicos a fim de enfrentar os desafios globais críticos.
“Se a tecnologia não for desenvolvida dentro de um sistema de governanção inclusiva e sustentável, a Quarta Revolução Industrial poderá exacerbar a desigualdade de renda, excluindo biliões de pessoas e, ao mesmo tempo, desperdiçar a oportunidade de utilizar a tecnologia para ajudar a enfrentar desafios globais”, diz Schwab.

O livro sobre a quarta Revolução Industrial foi elaborado com base em contribuições de mais de duzentos especialistas mundiais em tecnologia, economia e sociologia e constitui um guia prático aos cidadãos, líderes empresariais e políticos sobre as prováveis dinâmicas da quarta Revolução Industrial.

(RM /WEF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here