Realiza-se, esta quinta-feira, a primeira viagem do Metro Bus na rota cidade da Matola-cidade de Maputo .

Depois da viagem experimental de apresentação ao governo provincial, o no comboio vai transportar, hoje, cerca de oitocentos passageiros.
A viagem será feita na primeira linha privada do projecto do Metro-Bus da área metropolitana da capital do país, que parte da zona da Frigo, bairro Trevo, até a Estação Central dos Caminhos de Ferro de Moçambique ( CFM), na cidade de Maputo.
O projecto, integrado de transporte ferroviário e rodoviário metropolitano de passageiros na área de Maputo, será composto por 16 vagões e 100 autocarros.
É orçado em mais de um milhão de dólares e efectuará a conexão entre as cidades de Maputo e Matola e o distrito de Boane.
Os vagões são de propriedade da empresa privada moçambicana Fleetrail, que trabalhará em parceria com a empresa pública e ferroviária CFM, proprietária da infra-estrutura ferroviária.
“ Os comboios, cada um composto por quatro vagões, descarregarão passageiros na estação ferroviária central de Maputo, e estes imediatamente se transferirão para o autocarro, para a viagem até aos seus destinos finais, em várias partes da cidade”, revelou a porta-voz da Fleetrail, Kim Cruz.
« Qualquer um que compre um passe terá acesso, não só aos nossos trens, mas também aos nossos autocarros… Esta é uma única passagem que permitirá a livre circulação nos comboios e autocarros a qualquer momento », acrescentou.
Os comboios serão compostos por quatro vagões, operados por diesel, cada um capaz de transportar 540 passageiros. Os mesmos, com idade de 50 anos, foram adquiridos na Nova Zelândia.

(RM/MOZLIFE BETA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here