A Inspecção Nacional das Actividades Económicas de Moçambique (INAE) aplicou um total de 55,6 milhões de meticais (789 mil euros) em multas a 4.818 unidades económicas entre os dias 19 e 26 de Dezembro, informou hoje aquele organismo.

Em conferência de imprensa de balanço, a inspectora-geral da INAE, Rita Freitas, afirmou que as sanções foram impostas por venda de produtos fora de prazo ou deteriorados, não fixação de preços, viciação de pesos e problemas de higiene e segurança.

Do total de multas aplicadas, cerca de 16 milhões de meticais já foram pagos, faltando por liquidar 40 milhões de meticais, adiantou Rita Freitas.

A INAE, a nível central, aplicou a maior parcela de multas, no valor de 22,5 milhões de meticais, seguida pelas delegações na província e cidade de Maputo, no valor de oito milhões de meticais.

“Em relação aos preços dos produtos básicos, verifica-se uma estabilidade dos mesmos em todo o país, excepto os ovos que registam uma subida nas províncias de Niassa, Nampula, Inhambane e Gaza”, declarou a inspectora-geral da INAE.

(Lusa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here