O ministro do Petróleo da Guiné Equatorial, Gabriel Mbaga Obiang Lima, anunciou que a companhia petrolífera norte-americana ExxonMobil descobriu um novo poço de petróleo no país em Outubro, estando agora a determinar a viabilidade da exploração.

“A parceria da Guiné Equatorial com a ExxonMobil continua a oferecer novas descobertas de petróleo, testemunhando o enorme potencial deste país e o nosso ambiente favorável à exploração de gás e petróleo”, disse o ministro das Minas e Hidrocarbonetos.

“Esperamos que a viabilidade comercial seja estabelecida no poço Avestruz-1 e estamos ansiosos por ver mais desenvolvimento nas áreas à volta do Bloco B”, acrescentou Gabriel Obiang Lima, numa nota colocada na página oficial do Governo da Guiné Equatorial e consultada hoje pela Lusa.

O poço Avestruz-1 está ao largo do país, a cerca de 160 quilómetros da capital, Malabo, numa exploração adjacente ao poço Zafiro, já explorado pela ExxonMobil e um dos maiores do país.

O poço é operado por uma subsidiária da petrolífera norte-americana, que tem 80% do projecto; no Zafiro, a ExxonMobil tem 71,25% do projecto, a GEPetrol, a companhia estatal equato-guineense, tem 23,75% e o Estado tem mais 5%.

Desde 1996, este poço de petróleo já produziu mais de mil milhões de barris.

Esta descoberta dá um novo alento à Guiné Equatorial, um país mergulhado em recessão há cinco anos e que viu a sua situação económica agravada pela descida dos preços do petróleo desde 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here