O Fundo das Nações Unidas Para a Infância (UNICEF) doou hoje um lote de 11 viaturas destinadas a apoiar na implementação dos programas em prol da criança assim como das populações vulneráveis em território moçambicano.

O donativo, entregue em Maputo, inclui também 129 motorizadas, 310 computadores e 122 impressoras a serem distribuídos pelas diversas direcções provinciais e distritais adstritas ao Ministério do Género, Criança e Acção Social (MGCAS).

Na ocasião, a Ministra do pelouro, Cidália Chaúque, assegurou que saberão fazer uma gestão responsável dos recursos recebidos, para que resultem na melhoria da nossa actuação juntos dos grupos alvo.

‘Estes equipamentos serão alocados às províncias e aos distritos, onde se encontram os nossos beneficiários, por forma a reforçar a nossa capacidade de resposta aos problemas que os afectam a monitoria das intervenções’, disse Chaúque.

O país registou, segundo a ministra, progressos na implementação dos direitos da criança, pessoas com deficiência e idosas, empoderamento da mulher, protecção social básica, como resultado do reconhecimento do seu contributo no fortalecimento do capital humano e no desenvolvimento social.

A fonte disse, por outro lado, haver muitos desafios pela frente, com enfoque para o reforço das acções de prevenção e combate a violência, discriminação, casamentos prematuros, mendicidade, entre outros fenómenos que afectam os grupos alvo do sector.

A expansão da cobertura dos programas e o fortalecimento da capacidade técnica e institucional principalmente a nível dos distritos está entre os desafios apontados pela titular da pasta da Género, Criança e Acção Social.

Por seu turno, o representante do UNICEF, Marcoluigi Corsi, disse que a agência da ONU e os seus parceiros de desenvolvimento estão engajados em apoiar o Governo, e em particular o MGCAS, na implementação do Plano Nacional da Acção para a Criança e a Estratégia Nacional de Segurança Social Básica (ENSSBII).

A implementação destas duas estratégias requer, segundo Corsi, uma combinação de esforços e estratégias que respondem a vulnerabilidade tanto da criança quanto das famílias, a nível e económico.

(AIM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here