“Habitante do Inóspito” é o novo livro de Alex Dau constituído por contos que abordam factores socioculturais de Moçambique como anteriormente fez com os outros dois livros.

A ser lançado esta quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Moçambique, o livro sai sob a chancela da “Oleba editores”.

“Qualquer leitor deste conjunto de contos coligidos neste livro, ao fim da leitura dos mesmos saberá tirar a sua ilação, considerando que todo o texto literário abre na sua matriz diferente tipos de interpretação. Ora, como prefaciador, ao cair do pano deste livro, trespassou-me uma riqueza de imagens cinematográficas/fotográficas, impregnadas de sabor à terra, tecidas com uma finura de sensibilidade, emoção e exercício lúcido, que faz entrever que este livro, definitivamente, espelha a maturidade literária do seu autor, por dois motivos intrínsecos: i) a voz do narrador consegue nos oferecer um equilíbrio harmónico desde a primeira até à última página, numa unidade de sentido, como se fosse único em todas as suas páginas; ii) o quotidiano moçambicano espelha-se em cada um dos textos, fazendo corpo com o chão, seja por isso que o autor decidiu baptizar a colectânea por “Habitantes do Inóspito”. Abra-se aqui um parêntesis. Quem tem por hábito cruzar os textos e livros de um autor há-de facilmente extrair alguma premissa. Para o caso de Alex Dau, “Habitantes do Inóspito” perfaz uma trilogia, encerrando, por isso, um ciclo.” Extracto do prefácio de Adelino Timóteo.

O livro “Habitante do Inóspito” tem 93 páginas e uma capa personalizada pintada pelo artístico plástico Raul Magandane, que se baseou num dos contos para o pintar.

A cerimónia de lançamento do livro será um momento de celebração artística onde outros colaboradores irão emprestar a sua arte.

(RM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here