A ENI, petrolífera multinacional italiana, está preocupada com a insuficiência de técnicos moçambicanos especializados na área de petróleos.

A preocupação foi manifestada hoje em Maputo, no encontro de cortesia entre os directores geral e da área de aquisições da ENI e o corpo directivo da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) que serviu também para a troca de impressões sobre o projecto de lei de conteúdo local.

A CTA recebeu a proposta de lei, do Ministério da Economia e finanças, e neste momento está em auscultação com os seus parceiros, visando salvaguardar os interesses do empresariado moçambicano.

O Vice-presidente do pelouro de hidrocarbonetos e energia da CTA que é o porta-voz do encontro, Florival Mucave, disse que a ENI sublinhou a importância da proposta da lei, tendo referido que além de considerar a questão de bens e serviços, se deve olhar na lei, para a questão de formação.

‘Eles estão muito preocupados com a questão de formação, porque é difícil encontrar um técnico especializado em petróleos em Moçambique. Prometemos trabalhar com eles no sentido de criar esta capacitação, não só com a Universidade Eduardo Mondlane, mas também com algumas universidades privadas’, disse a fonte.

As duas entidades entendem que a futura lei de conteúdo local é de extrema importância, por ser atractiva aos investimentos para Moçambique, e sublinharam a necessidade de se tomar em consideração as necessidades do empresariado moçambicano.

Na ocasião, a petrolífera italiana prontificou-se a trabalhar com o gabinete de apoio empresarial da CTA, na criação de uma base de dados para as pequenas e medias empresas, PMEs, tal como referiu o porta-voz do encontro.

‘Os concursos futuros da ENI em Moçambique serão todos partilhados com este gabinete de apoio empresarial, o qual vai disseminar a informação com as pequenas e medias empresas, acreditamos que esta é uma grande vitória’, acrescentou Mucave.

A lei de conteúdo local, que aguarda a apreciação pelo Conselho de Ministros e que está na fase de aperfeiçoamento, é um instrumento que se espera vir aumentar a participação da indústria nacional de bens e serviços, criando uma base competitiva da mesma, entre outros benefícios.
(AIM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here