Trinta técnicos da rede de bibliotecas públicas e professores do ensino primário dos distritos municipais de Maputo participaram hoje numa oficina pedagógica organizada para discutir e identificar melhores metodologias para uma rápida e eficaz aprendizagem nas escolas primárias.

A representante do sector de educação da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCLA), Alda Moreira, disse que o evento foi organizado tendo em conta a necessidade de se refletir, com professores e técnicos de bibliotecas, estratégias para melhorar a qualidade de ensino nas escolas primárias, especificamente na leitura, compreensão e interpretação de textos.

‘’O conselho municipal de Maputo e a UCLA criaram um projecto de melhoria de competências básicas na leitura e escrita a nível do ensino primário. Agora, estamos a trabalhar com professores na busca de melhores metodologias e formas de criar um ambiente de gosto pela leitura e escrita nas escolas’’, disse.

Por sua vez, Rosa Matavela, professora na Escola Primária Completa de Chiango, na cidade de Maputo, disse que a falta de interesse dos alunos e a escassez de bibliotecas nas escolas são parte dos problemas que dificultam a obtenção de resultados encorajadores no processo de aprendizagem.

‘’Apesar de turmas lotadas, tenho notado alguns avanços a partir de diversos incentivos para que os alunos se empenhem na aprendizagem, caso de concursos que culminem com a premiação dos mais dedicados”, afirmou.

Doze escolas de todos distritos municipais de Maputo, com excepção de Ka – Nhaca, participaram nas oficinas pedagógicas, para além de oito bibliotecas.

(AIM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here